domingo, 27 de fevereiro de 2011

estes jovens de hoje em dia...

é, de facto uma realidade. quando estamos todos juntos não há conversa que não meta as palavras vaca, boi, corno, estúpido, cabra, cabrão, urso, monte de merda/estrume, burro(a), ignorante... é verdade! passamos a vida a insultar-nos e a bater-nos também! um cachaço aqui, um pontapé ali. mas como diz o ditado "quanto mais me bates, mais eu gosto de ti". e se é os amigos quem nós mais insultamos, também é a eles que mais frequentemente apoiamos, dizendo a palavra mais oposta a isto tudo: amo-te. e sabe tããão bem ouvi-la! :)