sábado, 10 de setembro de 2011

Cidade, onde andas tu?


E hoje, pude constatar mais uma vez que as notícias na vila correm depressa. É impressionante como quase não se tem vida própria!
As pessoas interessam-se mais pela vida dos outros que pela própria vida. Se vêm alguma coisa mais de anormal (na cabeça delas), no dia seguinte já toda a gente sabe... Mas numa versão super exagerada!
Ninguém escapa à má língua, nem que seja a pessoa mais bem comportada deste mundo!
E quando pensamos que estamos num sítio menos "vigiado", é quando elas atacam mais depressa.
Ter que andar sempre a olhar para os lados, para ver quem está, o que se pode fazer, o que se pode dizer, porque se formos pessoas verdadeiras e agirmos com naturalidade, ou se simplesmente nos vestirmos de forma mais extravagante, é certo que vai haver falatório, nem que seja nesse momento! Duns olhares de lado e desconfiados, não nos escapamos.
É por isso que a vida nas cidades pode ser a maior m*rda no que respeita a stress e insegurança, mas só a liberdade de se poder fazer o que queremos sem medo daquilo que nos rodeia, vale por tudo! E quando digo fazer o que queremos não me refiro a fazer coisas loucas e irresponsáveis, mas sim a coisas simples e normais, como dar um arroto (lembras-te no São Paulo, Filipe? ahahah).
O que me vale é que eu nesta vila, para muita, muita gente, sou "anónima", devido à minha mudança física. E refiro-me a ter crescido uns bons centímetros, ter tirado os óculos e a franja e ter o cabelo bastante comprido! É que já me canso de ouvir pessoas que me viram crescer dizer "É a tua Inês? :o Se a visse sozinha, já não a conhecia!" ou então de acenar às pessoas e ficarem a olhar pra mim tipo "WTF? Conheço-te?!"
SO BORING! ...

3 comentários:

C. disse...

sim, nesta vila é mesmo isso! Podes estar no sitio mais escondido do mundo que toda a gente sabe igual. Só mesmo pessoas que não tem vida própria e só gostam de falar dos outros. Tipo como me aconteceu, qual é o interesse de alguém saber que eu ia caindo na procissão? a sério.. pessoas fúteis e sem escrúpulos!

C. disse...

Olha eu não achei piada nenhuma! xD mas pronto, há pessoas para tudo!

Filipe disse...

eu simplesmente nem ligo a essas merdas, estou-me a cagar para o que os outros acham, eu mando-os foder a todos xD