quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Da greve e tudo o que inclua não haver escola

E com o passar dos anos, constato claramente que as greves já não são o que eram! Nem as greves, nem os professores, nem os trabalhadores da função pública (educação) no geral.

Primeiro, quando havia greve, era quase certo que a escola ia fechar, porque os funcionários/professores decidiam mostrar-se indignados com a situação em que se encontravam e faziam a porreira da greve.

Agora? Agora, quando é greve, já nem vale a pena pensar "Será que amanhã tenho aulas?". Como é normal, é inevitável pensar nisso, mas a nossa consciência está lá sempre para nos dizer "Óbvio que vais ter aulas, estúpido!". Pois é. As coisas mudaram. Assim como a greve, também os chamados furos reduziram o seu número significativamente. Lembro-me que primeiro tinha montes de furos e, a certa altura, inventaram as tão contestadas aulas de substituição. Actualmente, o professor não falta, nem que esteja a morrer ou nem que tenha alguém próximo a bater a bota. E quando faltam, evidentemente que é motiva de festa!

Por aqui, a única esperança do encerramento da escola reside nos nevões. Mas parece que este ano nem isso nos vale! As temperaturas estão amenas para a época e ainda não se ouviu falar em neve! Espero sinceramente que neve proximamente e muito nos próximos anos, uma vez que até os feriados vão passar à história! 

5 comentários:

Anónimo disse...

ah, claro, aumentar competência e produtividade de um país é mesmo um factor negativo --'

Inês disse...

Eu não falei em factor negativo. Apenas disse o que vai na minha cabeça e na cabeça da maioria dos estudantes! Quer-se sempre ter uma folguinha e sabe sempre bem. Essas coisas importantes ficam sempre para segundo plano nos nossos pensamentos nestas ocasiões e raramente passam por eles! Só isso.

Pedro ALves disse...

Anónimo, pq nao deixar de ser anonimo ? Grow up

Rita Martino disse...

Durante o meu secundário todo acho que nunca tive um furo :o

Inês disse...

Eu já tive, mas muito poucos. O meu prof. de matematica na terça-feira foi dar aulas com uma amigdalite... Não há maneira de faltarem! xD