sábado, 12 de novembro de 2011

Um autêntico mono


E hoje é dia de, quando me for deitar, já não vou ter posição, devido a ter passado o dia precisamente... deitada. Aquela sensação do cu dormente, das dores de pescoço e de costas e da cama deformada pelo nosso corpo foi constante o dia todo... Mas nada fiz para mudar isso. Limitei-me a ser um vegetal com capacidades informáticas, ainda para mais depois da noite de ontem! 

Afinal, quando se não tem nada para fazer, quem reina sempre é a preguiça e contra esta senhora, poucos vencem a batalha!

5 comentários:

L.O.L. disse...

Prepara-te para uma noite horrível de insónia terrível. eheheheheheheheheh.

Inês disse...

L.O.L.- Isso sei eu! Mas não aprendo! É como a velha história do "De manhã arrependo-me de me ter deitado super tarde, mas repito-o over and over again." Há coisa que não mudam!

L.O.L. disse...

:)

Rita Martino disse...

ahahah também passei a tarde toda assim xD

Inês disse...

-Rita Martino: Um santo sábado para ambas, portanto...