quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Já não há espírito de Natal

Tumblr_lvzz4b6jtz1qdpy7lo1_500_large

Apesar de todas as coisas que o Natal traz, o Sozinho em Casa, o pinheirinho e o presépio, os anúncios dos brinquedos, a música da Mariah Carey, o Ferrero e a Popota, e muitas outras coisas, o espírito natalício é quase nulo por estes lados. A sério que já tentei olhar o Natal de outra forma, olhar o Natal como olhava há uns anos atrás, mas não consegui.

Há quem adore o Natal e o festeje por ser o nascimento de Cristo, por ser um dia dedicado à família, por ser uma dia harmonioso e de paz. Mas também há quem não nutra nenhum sentimento especial pelo Natal... E há até mesmo quem não goste do Natal. Eu insiro-me no meio termo... O Natal diz-me pouco mais que nada, apesar de na noite de consoada acabar sempre por entrar um pouco no espírito, até porque não é todos os dias que se reúne a famelga toda. Já desde há uns anos que tem vindo a ser assim... E infelizmente, acho que o espírito natalício tende a diminuir com o tempo. 

E agora porquê? Não sei... Sinceramente não sei.

5 comentários:

Filipe disse...

O natal, cada vez mais, é mais um dia normal que tantos outros. Daqui a uns 20 anos já ninguém comemora isso e outra coisa vai surgir (quiçá até mais "produtiva" :P)

Inês disse...

Esse parênteses foi autenticamente macaco xD E é o natal, a páscoa, o casamento... a religião vai desaparecer... lol

Filipe disse...

Claro :P
Se as pessoas que se casam, me dessem o dinheiro (tão mal desperdiçado nisso) é que eles brilhavam!

Inês disse...

por isso é q eu n me vou casar xD

Filipe disse...

Ya, fazes bem! Não é preciso uma merda de um anel, um vestido, convidados, morfes para todos, e champanhe para dizeres que amas alguém. Para amar basta estar junto do dito cujo e o resto é história!