quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

A língua portuguesa é traiçoeira

Hoje, na aula de Português, enquanto que a professora procurava um documento numa pasta qualquer, um doc. em word com o nome Tautologia chamou a atenção da Caridee, que logo decidiu pedir à prof. para nos mostrar do que se tratava. E aquilo que em princípio seria algo com pouco interesse, até que nos fez reflectir um bocado. Tautologia é a repetição de uma ideia, de maneira viciada, com palavras diferentes, mas com o mesmo sentido, ou seja, é aquilo a que normalmente se chama de pleonasmo (o típico "Subir para cima/Descer para baixo"). É que nós nem fazemos ideia das "calinadas" que por vezes damos. Se não reparem nestes exemplos:

  • acabamento final
  • outra alternativa
  • todos foram unânimes
  • conviver junto
  • empréstimo temporário
  • gritar bem alto
  • surpresa inesperada
  • encarar de frente
  • detalhes minuciosos

E muitos, muitos mais. Agora reflictam um pouco e reparem como a maior parte das vezes acrescentamos, inconscientemente, palavras quando não o devemos fazer. A língua portuguesa, de facto, é bem traiçoeira.

4 comentários:

Mariana disse...

elo de ligação?

Sofia Moreira disse...

adorei :)

cristiana. disse...

Adorei :b

Sir Scooby disse...

Olá Inês, cheguei ao seu blog por acaso. Estava procurando por imagens no google, procurei pelo termo "creativity courage" e uma das primeiras imagens é a da sua área de trabalho, toda bagunçada!
Muito legal seu blog. Gostei mesmo.
Parabéns. Sucesso!