quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Porque este blog não é só feito de boa disposição. Desculpem-me lá o desabafo...

Quanto mais penso que não posso falhar, mais falho. Quando penso que tudo vai correr bem, há sempre uma fraqueza que me impede de ter sucesso. Quanto mais penso nisto, mais penso que o meu rumo não é aquele que eu digo já ter encontrado há algum tempo. 
Desisti daquilo que futuramente vai ser o meu dia-a-dia. Porque é que a vida é tão filha da puta e não nos mostra o caminho certo logo que nascemos? Porquê? É que se o fizesse eu nunca teria desistido de mim, hoje seria muito mais feliz e realizada, e estaria muito mais preparada para o futuro. Se o fizesse, eu não me sentia mal cada vez que me desleixo um pouco e eu não tinha estas crises de dúvida e de baixa auto-estima. Se o fizesse, o arrependimento e o remorso não me destruíam por dentro cada vez que penso naquilo que foi o maior erro da minha vida.
Hoje foi o dia em que duvidei de mim, daquilo que valho, das minhas capacidades. Hoje senti-me a pessoa mais fraca à face da terra e envergonhei-me disso. Disse com todas as forças que alguém como eu nunca na vida pode seguir uma carreira como aquela que eu escolhi para mim. Será um desafio muito difícil para mim? Estarei eu a pôr a fasquia muita alta? Não poderei eu ser feliz naquilo que gosto porque tenho fraquejado ao longo dos anos quando menos devia fraquejar? Tudo perguntas para as quais não tenho respostas. Mas um dia hei-de tê-las. E já não falta assim tanto tempo. E, por mais que me sinta mal, deprimida e uma autêntica merda, há sempre alguém que gosta de mim, que me elogia, que me mete lá no alto, que me apoia e que me faz crer que tudo isto não passa daquilo que eu já referi, de uma crise momentânea. E faz-me crer mais uma coisa: que no final disto tudo sou eu que vou dar 15-0 à vida, às crises e a todos aqueles que ainda hoje me dizem que este não é o meu caminho, que este caminho só me levará ao insucesso.


Nota: Para todos aqueles que ficaram um pouco à nora com este post, fica aqui o "descanso" de que isto foi um devaneio que precisava de vir cá para fora e que tudo isto não passou de uma crise do momento (apesar de não ser assim tão fácil de gerir...). E isto graças às pessoas fantásticas que fazem parte da minha vida e que jamais serei capaz de trocar por qualquer coisa neste mundo! A eles, um bem haja e um ENORME obrigada! O vosso valor vê-se quando conseguem por-me a sorrir quando aquilo que tenho vontade é de chorar.

7 comentários:

Suspiros disse...

Tu consegues, porque és tu e és forte para isso. É nisto que tens que acreditar, e não interessa o que os outros dizem, eles apenas querem ver-te em baixo porque eles nunca conseguirão ser aquilo que és! Acredita em ti! :)

P.s. Gostei imenso do post e identifiquei-me muito com ele!

P.

Inês disse...

Obrigada Suspiros. Mas isto já passou, como eu disse na nota. Para a frente é que é o caminho!

Mary Jane disse...

Inês todos nós temos temas as nossas crises existenciais e quando nos encontramos nelas só temos um lápis preto e nem sabemos da borracha para apagarmos o que se passou. Por muito estúpido que isto possa soar , estas crises têm que existir porque nós ás vezes temos de encontrar um ponto e canalizar as nossas energias. Eu tenho muitas crises existenciais e quando me levanto sei que não vai ser a última , mas também sei que já vou ter mais atenção aos motivos que originaram a anterior. E como mencionas-te as pessoas que nos querem bem são relevantes para melhorar não só o nosso estado de espirito e na elevação do ego mas também faz-nos ver que não estamos sozinhos e se errarmos hoje ou amanhã eles vão estar lá sempre para nós. Quando tiveres outra crise desabafa , mesmo que não seja aqui no teu blogzinho porque desabafar faz MUITO bem * beijinho

Inês disse...

Sim Mary, eu sei disso, mas só nos lembramos disso quando tudo passa. Obrigada! :). E vê lá se aplicas isso também em ti! :)

C. disse...

Que não te passem estes pensamentos muitas mais vezes! Porque tu bem sabes o que vales e se o que te realiza é "aquilo" para que pensares mais? Nada melhor do que se trabalhar naquilo que se gosta! ;)

Inês disse...

Sim C. Amanhã vai ser outra vez natação... E estou com bastante medo. Mas acho que vai correr melhor. Basta amanhã ser perfeito para tudo ficar muito melhor, ainda melhor do que já está. BTW, eu bem sei porque queres que siga "aquilo"... É que já precisavas de uma P.Trainner! LOOOOOOOL :D

Marciana disse...

Quem fala assim não é gaga.