segunda-feira, 30 de abril de 2012

Profissão de sonho: trabalhar numa ETAR

Pois é. Desde o dia em que me levaram numa visita de estudo a uma ETAR que me questiono como será o dia de um trabalhador numa ETAR. Sinceramente, penso e penso em profissões e não encontro nenhuma pior do que esta.
Hoje, passados tantos anos desde a última vez que fui a uma ETAR, ainda consigo sentir o cheiro do sítio (a merda, pois claro). E se há coisa que vai ficar para sempre na minha memória é um dos primeiros processos que se faz para separar a merda da água. Um processo que consiste numa máquina em forma de tubo de escape posicionado na vertical, e que, a função dela é, nada mais, nada menos, que estar 24h por dia a "cuspir" merda para dentro de um contentor gigante, formando a espécie de uma pirâmide, de merda. Nunca vi coisa tão nojenta, nem tanta merda junta! Qualquer pessoa que lá fosse sujeitava-se a levar com uma bisnagada de merda na cara. Essa pessoa podia ter sido eu, mas não fui.
Não obstante, lembro-me que na altura me mantive bastante tempo fixada a olhar para aquilo. Talvez a apreciar tamanha badalhoquice. Talvez por isso tenha as minhas memórias marcadas para sempre. Talvez com o objectivo de um dia poder dizer: eu já vi um verdadeiro monte de merda!

11 comentários:

Filipe disse...

A melhor visita de estudo das nossas vidas! Nada como acordar cedo num dia chuvoso, ir ver e cheirar merda logo pela fresca.

Anónimo disse...

Obrigada inês.. acabei de decidir o meu futuro *.*

BP

Anónimo disse...

Ai ines, estava a comer um pao com nutella e este texto fez-me ter serias duvidas a cerca do que estava a ingerir :s

V.

Inês disse...

@Filipe: Mesmo! Além da merda, a chuva e o frio para aumentar a aragem!

@BP: Sempre útil este cogumelo!

@V.: Ai desculpa! Ainda por cima num momento tão especial que é saborear pão com Nutella! :P

addle disse...

A primeira vez que fui a uma ETAR foi talvez o dia em que decidi deixar de beber água da torneira e beber só água engarrafada. Claro está que não consegui concretizar este sonho, já que a água engarrafada é cara 'cumó caraças!'

Inês disse...

@addle: a água engarrafada do mini preço é barata! xD

Suspiros disse...

Nunca visitei uma ETAR - ALELUIA :D

M.

Suspiros disse...

Inês obrigada! É que não consegui parar de rir. xD Principalmente, porque eu nunca vi foi tantas vezes seguidas a palavra "merda" xD brutal!
Eu já fui a uma ETAR mas andava para aí na primária e felizmente não em lembro de cheiros, só do sítio mesmo !

P.

Inês disse...

@M.: Invejo-te as memórias! Lol

@P.: Também acho que nunca disse tantas vezes seguidas merda. Mas neste post não tive hipótese, já que se trata de um post... De merda! :P

Anónimo disse...

Olha minha querida, às pessoas que trabalham nas ETARES e as pessoas que trabalham na recolha do lixo, pois se não fossem eles em vez de teres visto a merda a entrar num contentor, via-la a entrar-te pela casa dentro...

Devias ter mais respeito por aqueles que trabalham dignamente, para poderes ter a tua casa/rua/bairro/cidade/país limpos, eles fazem-te mais falta do que aquilo que possas imaginar...

Inês disse...

"Querido" anónimo, eu alguma vez fiz referência aos trabalhadores das ETAR's/recolha do lixo? Gostava que me dissesses onde. E, se lesses o meu blog, irias encontrar este post (http://euamodesporto.blogspot.pt/2011/07/o-respeitinho-e-bonito.html) e não ias de certeza dizer aquilo que disseste nesse comentário. E aqui quem faltou ao respeito, foste tu a mim pela forma como falaste. Ainda para mais, atrás do anonimato. Queres maior falta de respeito? Pensa duas vezes antes de falar daquilo que sou e do respeito que eu tenho pelos outros. Não me conheces para fazer tal juízo de valor. Fique bem.