quarta-feira, 6 de junho de 2012

O último

Dias como o de hoje adivinham-se proximamente. Dias em que a palavra "último" surge em muitas circunstâncias.
Hoje, durante toda a manhã, houve o clássico torneio de badminton na escola e, pela primeira vez, houve o jogo de voleibol entre alunos e professores. Eu participei nos dois, como participo sempre. Quando cheguei a casa pus-me a pensar e deparei-me com uma realidade. Hoje foi a última vez que participei naquele torneio. Hoje foi a última vez que joguei voleibol naquele pavilhão, neste dia, com aqueles companheiros e contra aqueles adversários a quem tanto devo.
Por isso, hoje é um dia triste para mim, apesar de terem sido fantásticos os minutos que passei dentro de campo. Minutos nos quais dei tudo de mim, o meu máximo, para que os do lado de lá podessem e possam dizer: afinal, o meu esforço em ensiná-la, compensou.

4 comentários:

Anónimo disse...

Vão fazer tanta falta vocês... Não vai ser a mesma coisa ir pa escola e não ver a magomes, o peterstreet, o canelha..ME-DO! :(

bp

Filipe disse...

Sem dúvida! Agora vais o os último momentos de tudo na escola!

Beatriz, claro eu não vou fazer falta não é? Porca de merda .|.

Inês disse...

@bp: o mesmo se sente por aqui. passar o resto da minha vida sem vos ter diariamente ao meu lado! :|

@Filipe: acho que vai haver muita lágrima...

Anónimo disse...

eu pus reticências Filpe mde!! Obvio que vais fazer muita falta! até dos teus cacetes logo de manha -.- vou ter saudades s: