sábado, 7 de julho de 2012

A comida da mãe

Não há melhor coisa no mundo que uma refeição feita pela mãe. Às vezes reclamo, porque não gosto muito do que ela cozinha, mas nem sei a sorte que tenho por poder comer daquela comida todos os dias. Lembro-me que quando fui para Lloret, foi da comida da minha mãe que mais ressaquei. E lembro-me também que na semana a seguir, qualquer comida que a minha mãe fizesse, mesmo que eu não gostasse muito, sabia-me pela vida... E não reclamava!
Um dia, espero que a minha comida seja a melhor comida do mundo para os meus filhos. Estão-me sempre a dizer para ir aprendendo com a minha mãe, porque depois as receitas vão-se e ninguém fica cá para continuar a cozinhá-las. A verdade é que daqui a dois meses vou estar sozinha numa cidade sem a minha mãe, a cozinha para mim mesma e, ou começo a aprender mais umas coisinhas sem ser massa, arroz, bife e ovo estrelado, ou então vou andar a ressacar de comidinha boa outra vez, mais que nunca! O que me vale é que a minha mãe já está alertada para o facto de todos os fins-de-semana fazer comida boa em grande quantidade para eu levar congelada e matar saudades dela à distância.
Por isso, e digam o que disserem, a comida da minha mãe é a melhor comida do mundo, como aposto que a comida da vossa mãe é a melhor comida do mundo para vocês ;).

3 comentários:

B disse...

Não posso dizer o mesmo porque em minha casa quem cozinha é o meu pai por isso digo que a comida do meu pai é a melhor do mundo!

Tânia disse...

é mesmo... a comida da mãe é sempre a comida da mãe... e já para não falar que há comidas que só comemos mesmo aquela que a mãe faz (pelo menos isso acontece comigo)... vai custar-te no inicio estares sem a comida da mãe, mas depois habituas-te... falo por experiência própria... nas primeiras semanas que estive sem a comidinha da mãe custou, mas com o tempo fui-me habituando e aperfeiçoando os meus dotes culinários e a falta da comida da mãe foi passando...

Inês disse...

B: Nunca vi o meu pai a cozinhar, a não ser grelhar uma costeleta, já temperada pela minha mãe. Nunca comi comida feita por ele, lol.

Tânia: Acredito mesmo que custe! E sei que também vou ter que melhorar muito os meus dotes culinários ou, caso contrário, estou f*****!